Make your own free website on Tripod.com




§ Corax §

Meio Humano / Meio Corvo - Novos Licantropos



História


Os Filhos do Corvo acreditam ser originários da Ásia, mais precisamente da gélida taiga siberiana. Foi ali que Corvo criou sua primeira ninhada, e mandou-os para o espaço aéreo entre céu e terra. É o sol que eles aspiram, e voam por céus perigosos para sentir sua carícia. Os Corax nem sempre tiveram penas negras - mas essa é outra história.

Embora eles vivam em Gaia, eles trabalham para Hélios, levando sua luz para a Umbra negra e para os corações das criaturas de Gaia. A exposição de defeitos ocultos e segredos nem sempre é gentil, o que fez com que os Corax ganhassem muitos inimigos. Acredita-se que eles sejam os arautos da morte e das calamidades, o que faz com que freqüentemente não sejam bem-vindos. Os Garou (com a possível exceção dos Senhores das Sombras), contudo, respeitam os Corax, e sua aliança é antiga e forte. Os Theurges sábios reconhecem o valor do conhecimento sombrio transmitido pelos oráculos de penas negras, e os Ahrouns sabem que caçar com um corvo no ombro dá sorte.

Os Corax têm uma longa história no Velho Mundo. Eles eram conhecidos pelos gregos e pelos celtas, e viajaram com os vikings em suas jornadas de batalha. Foi durante esses períodos que os Corax forjaram seu longo relacionamento com os Fianna e os Crias de Fenris.

Quando os Garou conduziram os Puros ao Novo Mundo prometido por Gaia, os Corax os acompanharam. Depois disso, os Corax lideraram seus próprios parentes para a nova terra. Muitos se estabeleceram no Pacífico Norte: tribos inteiras de Parentes Corax ainda vivem nessa área e dirigem orações a Corvo.



Organização


Os Corax são metamorfos solitários e individualistas. Eles não se agrupam em tribos ou clãs. Ocasionalmente, os Corax realizam um Agrupamento, às vezes chamado Parlamento. Nesses Parlamentos, eles podem juntar-se em grupos temporários que costumam serem formados para atingir um determinado objetivo. Depois que o objetivo é alcançado, os grupos são dissolvidos. Alguns grupos permaneceram intactos, tendo se tornado sociedades permanentes ou campos.

Os Corax tratam renome e posto como os Garou, mas para eles a Sabedoria é muito mais importante. Todas recompensas de Sabedoria são dobradas para os Corax. Honra e Glória raramente são procuradas, mas são consideradas valiosas quando obtidas.



A Umbra


A passagem radiante para a Umbra fascina os Corax tanto quanto os objetos brilhantes atraem seus Parentes, os corvos. Muitos Corax passam mais tempo na Umbra do que no mundo "real", voando por ela e aprendendo seus segredos. Alguns Corax anciões abandonam o mundo terrestre, voam para a Umbra Profunda, e raramente são vistos novamente. Deles é dito que "esqueceram o sol".

Os Corax muitas vezes servem como mensageiros entre o mundo espiritual e o terrestre, porque conhecem os caminhos mais rápidos pela Umbra.



Totem


Todos os Corax têm o corvo como seu totem, e acreditam que devem sua existência e seus muitos Dons a ele. Todos os Corax aliam-se automaticamente a ele e não precisam adquirir o antecedente Totem. Contudo, ao contrário das matilhas Garou que seguem o Corvo, os Corax não têm Dogmas; eles podem fazer o que quiserem, seguros no conhecimento de que Corvo jamais abandonará seus filhos. Assim, eles podem conseguir (e freqüentemente conseguem) acumular grandes riquezas.



Linguagem


Os Corax falam uma língua de grasnados. É muito difícil para indivíduos que não sejam de sua raça aprenderem esta linguagem, e mesmo se conseguirem, conversa com os Corax sempre será uma prova formidável. Muitas discussões são realizadas completamente através de citações. Para piorar as coisas, algumas vezes é feita apenas uma citação parcial, deixando aos Corax a tarefa de descobrirem o resto. Afinal de contas, quem precisa citar uma passagem inteira quando todo mundo conhece a fala seguinte? Isto pode ser algo muito confuso de ser escutado, embora os Corax tenham poucos problemas em compreender uns aos outros.



Habitat


Os Corax, como seus irmãos corvos, são uma raça adaptável. Eles não se restringem a qualquer localização ou clima, e sentem-se em casa tanto nos ambientes urbanos quanto nas florestas. Ambos guardam segredos preciosos e caminhos escondidos. As duas maiores populações de Corax encontram-se na costa norte dos EUA e Canadá e na Escócia. Partes da Rússia também abrigam pequenas populações de Corax.



Acasalamento


Os Corax reproduzem-se executando o ritual da criação que Corvo lhes ensinou há muito tempo. Um bebê humano ou um ovo de corvo, quase sempre cria de um Corax, é escolhido para tornar-se Corax. O ritual é realizado na Umbra, e requer um cacho de cabelo humano ou uma pena de corvo, dependendo da raça do pequeno Corax. O cabelo ou a pena são doados pelo parente que realiza o ritual.

O ritual requer o gasto de três pontos permanentes de Gnose, e um ovo espiritual é criado e aprisionado na forma Umbral do jovem Corax. Ali ele descansará, incubando por anos até chocar. A eclosão em geral ocorre na puberdade, embora um evento traumático possa fazer com que ocorra mais cedo. O corvo e as partes humanas da criança são unidas: a Mudança ocorre pela primeira vez. Quando isto acontece, um chamado espiritual é enviado, alertando qualquer Corax nas imediações - e quaisquer predadores na Umbra. Com sorte, um Corax aparece e inicia o jovem nas tradições dos metamorfos, antes de deixar o filhote por conta própria. Os ovos fetiche, incubados na Umbra, são escondidos, mas podem ser localizados mediante o emprego de Dons ou feitiços. Os magos e ocultistas valorizam muito os ovos de Corax. Os Dançarinos da Espiral Negra ocasionalmente realizam na Umbra verdadeiras caçadas aos ovos.

Quando um ovo é destruído ou separado de seu "ninho" Corax, a criança torna-se autista ou desenvolve uma paralisia total - ela é condenada a uma meia vida por ter sido afastada de metade de seu ser. É dito que os Dançarinos da Espiral Negra coletam ovos e os levam para serem chocados em seus abismos sombrios.

Devido às exigências deste ritual, não existem Corax Impuros. O ritual não pode ser realizado em um ovo originário da união de dois Corax.



Criação de Personagem


Força de Vontade Inicial: 3
Gnose Inicial: 6
Fúria Inicial: 1


Formas

Os Corax possuem três formas básicas que podem assumir: Homenídea, Crinos e Corvo.

Homenídeo: este é o corpo humano. Os Corax na forma homenídea são baixos, raramente atingido um metro e meio de altura. As estatísticas básicas desta forma podem ser encontradas no livro básico de Lobisomem.

Crinos: Força +1, Destreza +1, Vigor +1, Aparência -2, Manipulação -2, Percepção +3. Dificuldade 6. A forma Crinos dos Corax é um estranho amálgama de homem e pássaro, sendo assumida muito raramente, apenas para intimidar ou por defesa pessoal. Nesta forma, o cabelo do Corax fica negro com um tom prateado, e alguns fios transformam-se em penas. O nariz e o queixo alongam-se numa protuberância em forma de bico e os braços tornam-se asas com mãos em formas de garras nas pontas. Os pés também adquirem a aparência de garras, enquanto as pernas permanecem relativamente humanas. Não se obtém nenhuma massa corporal. A maioria dos Corax não gosta muito desta forma, usando-a apenas para intimidar ou lutar. As mãos e pés em forma de garras causam Força +1 de dano (agravado).

Corvo: Força -1, Destreza +1, Manipulação -3, Percepção +4. Dificuldade 6. Esta é a forma preferida pela maioria dos Corax, sendo essencialmente a de um grande corvo (envergadura das asas em torno de 1,3 metros). Os Corax, nesta forma, preferem, na maioria das situações, fugir a lutar. Contudo, caso a situação exija, eles poderão defender-se com seus bicos afiados (Força +1).

Manobra de Combate Especial

Arrancar Olho: Os Corax possuem uma manobra especial de combate na qual miram o olho de um oponente, tentando acertá-lo e arrancá-lo. A dificuldade é 9, mas a manobra causa Força +2 de dano; se forem obtidos pelo menos cinco sucessos para atingir, e dois sucessos de dano passarem pela absorção, o olho da vítima será arrancado. Isto conta como um dano agravado. Se um Garou não receber um efeito de Cicatriz de Batalha com esta manobra, o seu olho poderá crescer novamente.



Dons


Os Corax acreditam que seus Dons lhes foram ofertados por Hélios, para promover o despertar dos filhos de Gaia.

Nível 1:

Voz do Mímico: Este Dom permite ao Corax imitar qualquer som ou voz que tiver ouvido. Para isso, é necessário um teste de Percepção + Expressão (ou Mímica), dificuldade baseada na complexidade do som. Quando combinado com a qualidade Memória Eidética, conversas inteiras podem ser reproduzidas com uma fidelidade assustadora.

Caminhos do Inimigo: Este é um sentido de perigo; uma espécie de paranóia avançada. Testando Percepção + Furtividade, o Corax pode obter mais informações sobre seus inimigos ou o perigo iminente, e ter uma idéia de onde eles estão, baseado no número de sucessos.

Abrir Selos: Como o Dom Ragabash.

Morse: Gravando uma mensagem numa superfície sólida, o Corax pode transmitir sua mensagem imediatamente. Gaste um ponto de Gnose e role Raciocínio + Empatia (Dificuldade 8). Este Dom é muito útil na forma Corvina e Crinos, pois utiliza-se do bico.

Conjetura do Corvo: Um tipo de detector de valor. O Corax pode revelar o valor de um objeto, determinar sua importância, etc. Gaste um ponto de Gnose e role Percepção + Lábia (Dificuldade 5), quanto mais sucessos, maior será a informação sobre o objeto; valor, fabricante, composição, etc.

Faro para a Forma Verdadeira: Como o Dom Philodox.

Verdade de Gaia: Como o Dom Philodox.

Palavras do Além: Permite ao Corax utilizar e tratar materiais para que possa deixar alguma mensagem na Umbra, costume comum entre os pássaros. Teste Raciocínio + Expressão (Dificuldade 6), o número de sucessos determina a complexidade da mensagem.

Nível 2:

Profecias e Sinais: Os Corax podem descobrir presságios ao seu redor. A localização de um determinado objeto ou animal em relação a um lugar ou hora do dia poderia informar a um Corax alguma coisa sobre uma ocorrência grave. Os Corax devem testar Raciocínio + Ocultismo. Este é Dom é similar ao Dom Theurge: Faro para Grandes Distâncias, mas difere no sentido que não há sonhos envolvidos.

Induzir Esquecimento: Como o Dom Ragabash.

Línguas: Este Dom permite ao seu detentor a capacidade de ler e escrever qualquer língua encontrada, mesmo as obscuras ou esquecidas. Teste Inteligência + Lingüística e gaste um ponto de Força de Vontade. A dificuldade depende da raridade da língua. Para um idioma comum como o francês, ela seria quatro, enquanto que para o sumério arcaico, poderia ser 10. Esta habilidade dura uma cena, depois da qual a linguagem é esquecida.

Nível 3:

Verdades Negras: Este Dom permite ao Corax expor uma verdade secreta ou defeito de personalidade do alvo. O Corax precisa gastar um ponto de Gnose e testar Percepção + Enigmas. Isto não permite que sejam detectados defeitos de combate. Ao invés disso, o Corax pode descobrir um segredo psicológico. Por exemplo, o indivíduo pode estar escondendo o fato de que é um assassino, ou pode estar desviando dinheiro de um fundo de caridade.

Ouvir o Sussurro do Cadáver: Mediante o gasto de um ponto de Gnose e testando Percepção + Ocultismo, um Corax pode ouvir e conversar com um cadáver morto recentemente (nas últimas 24 horas). A vontade do cadáver em falar é determinada pelo número de sucessos.

Nível 4:

Sentido de Orientação: Este Dom é igual ao Encanto dos Espíritos, mas o Corax precisa gastar um ponto de Gnose e testar Percepção + Ocultismo. A compreensão dos caminhos da Umbra, concedida por este Dom, reduzirá à metade o tempo de viagem através do mundo espiritual.

Correr na Película: Um teste de Raciocínio + Enigmas (dificuldade 8) reduzirá a Película numa certa área em um ponto para cada dois sucessos. O Corax ainda precisa usar uma superfície refletora para entrar na Umbra.

Nível 5:

Roubar Poderes: Como o Dom Ragabash de mesmo nível Ele foi ensinado aos Garou pelos Corax.

Presságios: Mediante o dispêndio de dois pontos de Gnose e testando Inteligência + Enigmas, os Corax podem ver um futuro com clareza. Embora o futuro seja mutável, os Corax verão os eventos mais notáveis.



Rituais


Nível 1:

Ritual de Dedicação a um Talismã: Como o ritual Garou.

Nível 2:

Ritual do Brilho do Sol: Este ritual iluminará uma área escura, mesmo no subsolo. A área inteira será iluminada com um brilho dourado como a luz do sol - esse brilho afetará os vampiros da mesma forma que a luz do sol. A luz permanecerá por uma hora por sucesso num teste de Gnose, dificuldade 7.

Ritual de Iniciação: Como o ritual Garou.

Ritual do Ovo Fetiche: Este é o ritual para criar um novo Corax, conforme descrito anteriormente.

Nível 4:

Ritual da Memória Roubada: Este ritual permite a um grupo de Corax penetrar na memória de outro Corax, normalmente um Corax considerado culpado de estupidez perigosa. O ritualista obtém o benefício do conhecimento da vítima, enquanto a vítima se torna ignorante como um filhote.



Material de referência: Corax BreedBook e Player's Guide to Werewolf 2nd Edition, além de Ways of Wolf.
Material em português (referência): Guia dos Jogadores de Lobisomem.

[Voltar]