Make your own free website on Tripod.com







Nós caminhamos pela terra a tempo suficiente de saber julgar o certo do errado o bem do mal, ou qualquer outra coisa que pensemos. Somos para muitos o que chamam de forasteiros, mas a nossa vida é de peregrinação. No nosso sangue corre não somente a força dos lobisomens, mas também a vontade e a astucia dos ciganos.

Nossa história vem de muito tempo, o tempo em que Adão e Eva já existiam no paraíso, e com ele a idéia de uma vida boa e tranquila. Nós conseguimos manter um bom relacionamento com os lobisomens e os ciganos por sermos na verdade uma mesma familia, somos carne da mesma carne e sangue do mesmo sangue, temos apenas um ancestral em comum, e é ela que nós dá a força suficiente para vivermos até os dias de hoje.

No começo dos tempos quando Deus criou Adão, ele fez para ele uma esposa, seu nome não é eva como todos pensam, era sim Lilith. Criada do mesmo barro que Adão, Lilith se demonstrou, feminista demais para permanecer ao lado daquele que Deus escolhera para ela ficar, e Adão se queixando disso a Deus, fez com que Lilith fosse expulsa do jardim o édem, para nunca mais voltar. Foi então que Deus tirou do próprio corpo de Adão, sua costela e com isso Eva nasceu para servir os desejos de Adão. Lilith então partiu, para a floresta que estava for a do jardim do éden, mas Lilith não ia sozinha, para for a do Jardim, ela levava em seu ventre vidas que mais tarde decenderiam a nossa espécie.

Lilith pariu sozinha na floresta, so bos cuidados de uma equipe médica um tanto quanto diferente, esta equipe era formada por apenas animais. Sim, os grandes predadores, que naquela época não sabiam seus nomes ou se eram predadores ou presas, estavam ajudando aquela que for a expulsa do paraíso, eles nada fizeram com Lilith apenas a ajudaram.

Eram 5 os animais que ajudarama Lilith a parir as 4 crianças que estavam em seu ventre, cada criança for a dada para um dos animais, uma criaça foi dada a um Urso, outra dada á uma Lobo, outra dada a um Tigre e a quarta criança dada a Serpente, mas infelizmente esta criança da serpete nascera morta e por isso a serpente fora embora junto com o quinto animal que é apenas descrito como "fera".

Cada animal levou as crianças para serem criadas da forma que eles desejavam. Estas crianças tornaram-se ancestrais dos zoantropos, os quais chamamos de Lupinos ou Lobisomens.

Uma das filhas de Lilith, cujo nome chegou a nós como Enóia, foi criada pelos lobos. Até mesmo depois que os lobos souberam que eram carnivoros e passaram a se alimentar de outros animais, continuaram cuidando dela como se fosse um membro de sua matilha. Quando Enóia cresceu, ela tomou o lobo mais forte da matilha como seu marido e deu-lhe muitos filhos. Alguns foram como ela humanóides, outros eram como o pai e corriam livres como ele. Mas ainda sim dentro de cada um deles existia a semente do outro fazendo assim a existencia dos Lupinos como nossos ancestrais.

Os tempos passam e Enóia fica cada vez mais insatisfeita com a sua vida, e deixa a matilha para viajar pelo mundo imortal como seus pais, ela vagou sozinha por muitos anos, fianlmente chegando a uma cidade erguida pelos seus meios irmãos, os decendentes de Adão e Eva. Sua grnde beleza e natureza ligeiramente mundana fizeram com que ela fosse bem recebida em Enoque.

Ela residiu na primeira cidade por muito tempo, até que numa série de incidentes semelhantes aos que muito mais tarde envolveriam Helena de Tróia, ela se tornou fonte de discórdia, nesta protocidade.Por fim Lilith resolveu partir, mas não antes de dar filhos a muito de seus amantes. São destes filhos que Lilith deixou na primeira cidade que descendem os ciganos.

Mais uma vez ela vagou pelo mundo, sózinha como uma forasteira, como uma nômade ou se preferir como uma cigana. Em qualquer lugar que ela parava, sua presença causava discórdia e ela era expulsa.

Finalmente, muito depois de seu sangue ter se misturado ao dos filhos de Adão e Eva, ela encontrou um dos filhos de Caim, que a convenceu a retornar a Enoque, a primeira cidade. Ela não poderia satisfazer os próprios apetites, mas isso tinha pouca importância, pois ela provou ser interessante de outras formas. Em sua paixão um pelo outro, não tardou muito até que ela fosse abraçada. É dela que descendem todos aqueles que são conhecidos como forasteiros. Os Grangrel. Com ela aprendemos a lingua dos animais, e como mudar nossa forma para nos assemelharmos a eles, para que possamos defende-los e usarmos de suas abilidades para nosso próprio fim. Dela também obtivemos nosso licença parra correr o mundo em liberdade. Assim como a árvore genealógica dos Lupinos tem o seu ápice nos dias em que Lilith respirava, nós podemos marcar nossa origem no momento em que ela bebeu do sangue de um vampiro e parou de respirar. Mas nós lembramos, embora os nossos meio-irmãos, lupinos já tenham esquecido, que possuímos uma mãe em comum nos dando força para sobreviver no mundo que nos assola hoje em dia.

Disciplinas: Animalismo, Fortitude e Metamorfose

Apelido: Forasteiros

Aparência: Os membros deste clã costumam possuir feições animalescas, especialmente se aderirem à Disciplina Metamorfose. Costumam ser bastante rústicos no vestuário e nos maneirismos.

Refúgio: Os Gangrel são nômades por natureza, quase nunca adotando moradias permanentes. Embora muitos vivam numa única cidade, não costumam criar refúgios para eles mesmos, mas em vez disso dormem num lugar diferente a cada dia. Costumam ser encontrados em parques, zoológicos ou áreas verdes da cidade. A maioria deles possui a aptidão de se mesclar à terra, fazendo isso a cada alvorada para se esconder do sol.

Antecedentes: Os Gangrel sempre escolhem seus progênitos com muito cuidado, procurando aqueles que sejam sobreviventes. Porém, depois de Abraçarem esses mortais, eles os abandonam, deixando as crianças da noite entregues à própria sorte. Embora os senhores possam observá-los à distância, quase nunca interferem. Quando o momento for propício, eles se apresentam às suas proles e as instruem sobre a cultura e as leis do clã.

Criação de Personagem: Os Gangrel costumem possuir conceitos como Errante ou Trabalhador. Suas Naturezas e Comportamentos tendem a ser bastante semelhantes. Os Atributos Físicos são primários, as sim como os Talentos. Os Antecedentes habituais são: Aliados (os ciganos) e Mentores (seus senhores).

Fraquezas: Os Gangrel tornam-se mais animalescos a cada vez que são tomados pelo frenesi o jogador de um personagem Gangrel precisa adquirir um novo traço animal cada vez que o personagem ficar frenético. À medida que o Gangrel envelhece, passa a assemelhar-se mais àquilo que verdadeiramente é a Besta. Essas particularidades tendem a afetar negativamente os Atributos Sociais do personagem. Para cada cinco características animais adquiridas, o jogador deve diminuir em uma unidade cada Atributo Social do personagem

Descrição: Os Gangrel são peregrinos, raramente permanecendo num mesmo lugar por muito tempo. Nisto diferem enormemente da maioria dos Membros, que tendem a escolher um refúgio e ficar nele. Não existem líderes estabelecidos do clã; no todo, os Gangrel não ligam para essas coisas. Reservados, silenciosos e solenes, costumam manter suas cartas escondidas.

Este é um clã de sobreviventes vampiros capazes de agir por conta própria. Eles não desprezam a civilização ou a sociedade dos outros Membros simplesmente não precisam delas. São conhecidos por sua tranqüilidade quando cruzam as terras dos Lupinos (Lobisomens). Diz-se que os Gangrel possuem amigos entre os metamorfos.

Os Gangrel são eles próprios metamorfos muito capazes, o que pode explicar sua capacidade em cruzar as áreas selvagens sem serem molestados. Não existem relatos deles serem capazes de assumir formas de outras coisas senão lobos e morcegos, mas existem antigas lendas sobre anciões do clã que eram capazes de assumir forma de névoa. Talvez devido à esta disciplina Metamorfose, suas feições costumam assemelhar-se às de animais. De fato, alguns dos Gangrel mais velhos guardam pouca semelhança aos humanos.

Os Gangrel possuem um parentesco próximo com os ciganos.Caso as lendas possam ser levadas em consideração, os ciganos são os descendentes mortais do Antediluviano que fundou a linhagem Gangrel. Eles estão sob sua proteção, e qualquer Membro que ferir ou Abraçar um cigano terá de responder a esse Antediluviano. A despeito da lenda ser verdadeira ou não, os Membros odeiam ferir ciganos. Uma tradição antiga dita que os Gangrel devam ajudar os ciganos sempre que necessário. Também se tem notícia de membros do clã que foram ajudados por ciganos. Alguns entre os Gangrel adotaram muito da cultura cigana, incluindo maneirismos, elementos lingüísticos e vestuário.

§ Qualidades e Defeitos §

Ardil das Roupa de um Lobo (Qualidade de 2 Pontos)

Apenas na forma animal, o vampiro conserva o cheiro de ser vivo, mesmo ao olfato sensível dos Lupinos. Esta é, essencialmente, uma qualidade de "Rosto de Bebê" para formas alteradas, podendo incluir outros recursos semelhantes a critério do Narrador, bem como uma defesa contra o dom lupino Sentir a Wyrm. Se este for o caso, então o Narrador pode querer aumentar o custo desta qualidade.

Dom de Proteu (Qualidade de 1, 2 ou 4 Pontos)

Esta qualidade permite ao Gangrel acertar a "sintonia fina" das formas obtidas através da Disciplina Metamorfose. O número de pontos gastos determina a amplitude da variação, que precisa ser específica, aprovada pelo Narrador e definida quando a qualidade for escolhida.

Exemplos:
Por 1 ponto, o personagem é capaz de variar os efeitos especiais. O personagem pode variar os efeitos secundários ligados a uma forma. Os Olhos Vermelhos poderiam emitir um brilho verde sinistro, ao invés de vermelho.
Por 2 pontos, o personagem pode conseguir uma pequena variação de uma forma. Por exemplo, um jogador pode determinar a verdadeira raça e lobo que o personagem pode se tornar.
Por 4 pontos, o personagem pode fazer uma variação significativa em uma das formas da Metamorfose, (Pelo menos enquanto ela ainda for uma forma tradicionalmente associada aos Vampiros) como se tornar um gato preto ao invés de um lobo. Entre as formas tradicionalmente atribuídas aos vampiros estão os gatos, corvos, cachorros pretos, lobos, sapos e morcegos.

Supersticioso (Defeito de 2 Pontos)

O personagem possui uma idéia errônea do que ele é. Na falta de um senhor, ele se torna o que ele acredita que é. A forma mais comum pela qual esse defeito se expressa é a "hollywoodinização" das características o Cainita, porque este acredita que seus poderes e limites sejam aqueles que ele viu num dos filmes de vampiro. Uma manifestação mais grave desse defeito (Que possivelmente valeria mais pontos) é um Gangrel que acredite ser um lupino.

§ A pergunta que não quer calar, Por que os Gangrel sairam da Camarilla? §

Como tudo que corre em nosso mundo das trevas, este é um boato que ouvi e registro aqui para que meus irmãos e irmãs possam saber o que está acontecendo com nosso Clã.

O Justiçar Xaviar liderava um grupo de 40 Gangrel para proteger Buffalo da investida do Sabbat nas cidades do centro-oeste Americano. Foi chamado por um de seus Archons para resolver um problema não muito longe dali, suspeitava-se que fossem membros do Sabbat entocados em uma caverna. Na verdade era Leopold, que agora carrega o Olho de Hazimel. Seguiu-se uma luta entre o grupo de Xaviar e Leopold, que massacrou os Gangrel. Somente Xaviar escapou.

Vendo uma criatura imensamente poderosa, Xaviar acreditou que se tratasse de um antideluviano, e foi até o conselho de guerra da Camarilla em Baltimore, onde declarou-se líder do conselho e determinou que todos os vampiros deveriam se unir para destruir a criatura e esquecer da guerra contra o Sabbat. Jan Pieterzoon, Archon Theo Bell, Príncipe Garlotte, Victoria Ash e outros recusaram-se a seguir o Justicar, que então declarou que se a Camarilla se recusava a ajudar os Gangrel, Xaviar levou a descoberta do “antidiluviano” ao clã Gangrel que decidiu não mais pertencer a Camarilla, alguns Gangrel ignorando a decisão do clã permanence na Seita, como Karsh a quem Xaviar chamou abertamente de traidor.







[Voltar]